MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA

Manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos de combate a incêndio

A manutenção nos equipamentos de proteção e combate a incêndio têm a finalidade de proporcionar segurança em caso de sinistro. Os equipamentos devem ser periodicamente revisados para garantir a segurança, prevenir a propagação do incêndio e proteger sua vida, seu patrimônio, bens pessoais e materiais.

A manutenção periódica dos equipamentos de combate a incêndio permite que o investimento feito na instalação de toda a solução seja preservada.

Manutenção preventiva

A manutenção preventiva deve ser executada em períodos recomendados pelos fabricantes para cada tipo de equipamento, dispositivo ou acessórios, que pode ser uma simples lubrificação, ajuste, limpeza, ou até a troca de dispositivos ou equipamentos por vencimento do prazo de vida útil.

A finalidade da manutenção preventiva no sistema de combate e incêndio é manter o pleno funcionamento dos equipamentos, com a função de preservar a vigência do AVCB e preservar a segurança contra incêndio no caso de sinistro da edificação.

Manutenção corretiva

A manutenção corretiva deve ser realizada quando uma inspeção ou teste acusou problema com o equipamento, dispositivo ou acessório e ele deve ser substituto.

No caso sistema de combate e incêndio a correção deve ser realizada de maneira emergencial para manter o pleno funcionamento dos equipamentos, com a
função de preservar a vigência do AVCB, preservar a segurança contra incêndio no caso de sinistro da edificação e preservar a vida e ao meio ambiente.

Quem executa a manutenção?

Os equipamentos devem ser submetidos a constante revisão e eventual manutenção por profissionais da área com conhecimentos técnicos, obedecendo às normas técnicas de segurança, decreto estadual no 63.911/2018 e a associação brasileira de normas técnicas (ABNT).

Qual equipamento deve ser revisado ?

Cada equipamento de combate a incêndio exige uma especificação técnica de utilização e manutenção para o seu correto funcionamento.

São considerados equipamentos de proteção a combate a incêndio extintores, hidrantes, sistemas de detecção, alarme de incêndio, sistemas de chuveiros automáticos e portas corta fogo.

Cada equipamento de proteção contra incêndio deve se submetido a testes e ensaios com manutenções periódicas, para proporcionar o correto funcionamento.

Solicite seu orçamento!

Entre em contato agora mesmo, temos uma equipe especializada aguardando o seu contato!

Fechar Menu
× Como posso te ajudar?